EU, AS CRIANÇAS E O HOME OFFICE

Artigo Home office e crianças

Como você vai conciliar a vida pessoal e profissional dentro da sua casa? Ainda mais tendo filhos com atividades escolares?

Estas perguntas têm sido feitas por muitos pais nas últimas semanas com o começo do isolamento social. Por isso, elaboramos algumas orientações para ajudar você neste período atípico.

Os profissionais das áreas de psicologia e psicopedagogia da Clínica Insight Multiespecialidades, aliando conhecimento e experiência clínica, elaboraram este material para você. Nossa maior missão é proporcionar cuidado com a sua saúde e de quem você mais ama!

Aqui você vai saber sobre como administrar este período de necessidades de trabalho, casa, escola e sair inteiro para prosseguir sua vida com saúde mental e o melhor desenvolvimento dos seus filhos.  

Siga os 7 PASSOS para fazer da sua casa um ambiente mais harmônico e ao mesmo tempo mais eficiente e organizado.

1 – ORGANIZE A ROTINA AGORA

Sabemos que você perdeu a sua rotina de vida! Principalmente os marcos que definiam o início e o final das atividades do trabalho, vida particular e os papéis de ser mãe, pai ou cuidadores em geral. Sem falar que o seu tempo já era escasso para cuidar de você.

Tudo isso deve ser retomado neste momento para que você a sua família tenham organização a partir de um método elaborado por nossos especialistas.

Defina uma rotina de horários (destaque com outra cor): o do trabalho, o dos cuidados com a casa, o das crianças e, obviamente, o seu.

Por exemplo: dormir e acordar, banho e brincadeiras conjuntas. Fazer tudo ao mesmo tempo pode causar estresse a todos, e as atividades poderão não ter a mesma qualidade do que se estivessem mais organizadas.

Enquanto você está nas atividades de trabalho, seu filho também fica envolvido com suas próprias atividades, da escola ou de entretenimento, e, se possível, em um ambiente diferente do seu. Convide seu filho para elaborar com você a rotina dele.

Como, por exemplo, na planilha abaixo:

 

Segunda

Terça

Quarta

Quinta

Sexta

Manhã

8h às 10h

Tempo Livre

Tempo Livre

Tempo Livre

Tempo Livre

Tempo Livre

Manhã

10h às 12h

Brincadeira Dirigida

Tarefa Doméstica

Brincadeira Dirigida

Tarefa Doméstica

Brincadeira Dirigida

Tarde

13h às 15h

Tempo Livre

Tempo Livre

Tempo Livre

Tempo Livre

Tempo Livre

Tarde

15h às 17h

Atividade Motora

Atividade Cognitiva

Atividade Motora

Atividade

Cognitiva

Atividade Motora

*As atividades descritas na tabela serão melhor exemplificadas a seguir (itens 2 e 3).

Evite ficar de pijama (destaque com outra cor): Não é porque você está em casa que você precisa estar de pijama o tempo inteiro! Isso traz a percepção de que o tempo não passa, que não existe diferença entre o dia e a noite e isso pode aumentar a sensação de falta de energia.

2 – FAVOREÇA A AUTONOMIA DA CRIANÇA

Estimule seu filho a fazer algumas atividades de cuidado pessoal ou com a casa, respeitando sua faixa etária. Proponha as atividades como metas, festeje suas conquistas e tenha paciência quando tudo não sair conforme o esperado.

Abaixo, sugerimos atividades com tempo definido para as crianças, de acordo com as FAIXAS ETÁRIAS (destaque com outra cor):

CRIANÇAS DE 3 A 4 ANOS

TAREFAS DOMÉSTICAS

CUIDADOS PESSOAIS

Dobrar as meias

Intercalar com a criança o momento de escovar os dentes

Ajudar a guardar as compras do mercado

Deixar que ela lave partes do próprio corpo na hora do banho

Ajudar a tirar o pó

Incentivar a higienização das mãos

Guardar os sapatos

Deixar que ela penteie seu cabelo

CRIANÇAS DE 5 A 7 ANOS

TAREFAS DOMÉSTICAS

CUIDADO PESSOAL

Ajudar a arrumar a mesa para as refeições

Escovar os dentes sozinho

Limpar a pia e o balcão da cozinha

Ensinar a usar o fio-dental

Separar a roupa suja por cor

Ensinar a limpar-se sozinho após ida ao banheiro

Arrumar a cama

Estimular a tomar banho sozinho (adulto supervisiona o banho)

CRIANÇAS DE 8 A 10

TAREFAS DOMÉSTICAS

CUIDADO PESSOAL

Ajudar a preparar lanches e refeições (lavar frutas e legumes)

Manter o quarto organizado

Secar e guardar a louça lavada

Tomar banho sozinho

Pendurar e recolher roupas do varal

Organizar seu material escolar e seu espaço de estudo

Passar aspirador de pó ou varrer a casa

Escolher a própria roupa e vestir-se sozinho

3 – PROPORCIONE UM TEMPO PARA AS BRINCADEIRAS

A partir do brincar, a criança demonstra suas emoções e desenvolve formas de lidar com o que sente, como tristeza, medo, raiva, entre outros. Ao criar enredos de brincadeiras, a criança expressa suas fantasias.

Reserve momentos livres, onde seu filho possa inventar espontaneamente as brincadeiras. Esses momentos podem ser compartilhados, mas se ele já tiver autonomia suficiente pode brincar sozinho.

Além dos brinquedos que seu filho já tem, sugerimos deixar à disposição materiais como folhas, massinha de modelar, argila, canetinhas, giz de cera,… assim, deixamos livre sua imaginação.

Para os outros momentos, como treinos cognitivos e atividades motoras, criamos sugestões conforme a tabela abaixo:

CRIANÇAS DE 3 A 4 ANOS

TREINO COGNITIVO

ATIVIDADE MOTORA

Jogo das varetas

Polichinelo em família

Jogo engenheirinho

Brincadeira “cabra cega”

Jogo de encaixe (Lego)

Boliche improvisado (bolas de meia e pinos de garrafas pet com água)

Montar um quebra cabeça simples e depois fazer um desenho da imagem montada

O mestre mandou (inventar ordens fáceis para serem executadas)

CRIANÇAS DE 5 A 7 ANOS

TREINO COGNITIVO

ATIVIDADE MOTORA

Jogo “Uno”

Jogo com bola (bobinho)

Jogo de memória

Brincadeira “Cabo de Guerra”

Dominó

Dança das cadeiras

Jogo a “A Hora do Rush” “Resta 1” ou “Lince”

Brincadeira “Amarelinha”

CRIANÇAS DE 8 A 10 ANOS

TREINO COGNITIVO

ATIVIDADE MOTORA

Jogos com cartas (pife ou rouba-monte)

Fio elétrico (duas pessoas esticam uma corda para as outras passarem por baixo sem encostar na mesma)

Jogo “Imagem e Ação” ou jogo de mímicas

Brincadeira “Estátua” utilizando música

Damas ou Batalha Naval

Basquete improvisado (arremesso de meia no balde)

Jogos de tabuleiro

Dança em família

4 – ACOMPANHE AS ATIVIDADES ESCOLARES

Auxilie seu filho em suas tarefas escolares, com a consciência de que você não poderá substituir o trabalho pedagógico da escola. Caso todo o conteúdo escolar seja enviado uma vez por semana, organize um cronograma distribuindo melhor as atividades. Uma dica importante é reservar um dia para cada uma das disciplinas básicas (Português, Matemática, História e Ciências) e intercalar com as disciplinas especializadas (Música, Artes, Ensino Religioso…). Lembre-se que será possível e necessário recuperar as lacunas na aprendizagem no retorno à rotina escolar.

5 – ORGANIZE SEU AMBIENTE DE TRABALHO

Escolha um espaço em que possa ter silêncio durante o horário de trabalho ou, se isso não for possível, combine com a criança os horários em que as brincadeiras precisarão ser mais silenciosas.

Busque fazer do seu espaço um local confortável, por exemplo com uma mesa numa altura adequada, cadeira cômoda e com uma boa iluminação. Estabeleça uma diferença entre o espaço que você descansa daquele em que você trabalha.

6 – CONVERSE

Explique para o seu filho o que está acontecendo e os motivos pelo qual a rotina precisa ser reorganizada. Peça a colaboração dele e ajude-o a entender o que está sentindo, como tristeza, tédio, raiva, inquietação ou ansiedade. Diga ao seu filho o que você percebe que ele está sentindo.

Compreenda e tente combinar com o seu local de trabalho que, às vezes, será necessário parar suas atividades para atender a criança. Reconheça seus limites e também saiba dizer “não”.

7 – PROCURE EXERCITAR A PACIÊNCIA

O trabalho pode não render da mesma forma, as crianças podem ficar entediadas de vez em quando e você pode não estar em um bom dia. Tente ser tolerante, diminuir suas expectativas e compreender que estamos vivendo um momento atípico. Se tudo não sair como o planejado, tudo bem, você pode retomar as combinações no dia seguinte.

É importante fazer pausas durante o trabalho, conversar com amigos, tomar um banho relaxante, ouvir música. Ou seja, faça aquilo que você gosta.

E se nada disso funcionar?

Você tem ainda a oportunidade de buscar profissionais que ajudem você a lidar e entender esse momento de adaptações e frustrações. Conte com ajuda especializada de nossos psicólogos, psiquiatras e psicopedagogos.

Profissionais envolvidos no conteúdo:
Bruna Rabello de Moraes
Carolina Druck
Maira Costa
Michele Kanan

Revisão:
Kamyla Peixoto
Laura Dias
Linda Herrera

Nosso cuidado vai além.
Nosso cuidado é Multi.
Nós somos a Insight.

Mais Posts

Quem somos

A Clínica Insight Mutiespecialidades oferece serviços em saúde desde o ano de 2007. Somos especialistas nas áreas de PSICOLOGIA, PSIQUIATRIA, AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA, PSICOPEDAGOGIA e FONOAUDIOLOGIA. A sede de atendimento presencial fica em Porto Alegre/RS.

Ler »